Avançar para o conteúdo principal

Madrugadas

A minha tv avariou. Assim, do nada...estava a dar e depois...olhem, já não estava.
Dado este acontecimento ter caído em cima do fim-de-semana, não arranjei ninguém que a consertasse, de modo que ontem à noite não tive outra alterantiva senão ler até vir o sono (a propósito, estou a ler o livro "Filipa de Lencastre - A raínha que mudou Portugal" da Isabel Stilwell, que é uma espécie de biografia romanceada e que está absolutamente fantástica!).
Como sempre acontece, esqueci-me das horas e quando dei conta já era madrugada, olhei em volta...deu-me assim uma espécie de vontade de reconciliação e saudades do meu trengo preferido que não sabe o que quer da vida dele, nem da minha, e pensei em mandar-lhe mensagem. Perguntar-lhe como se sente, quantas capitais europeias já visitou desde a última vez que nos vimos, há 3 meses, se se lembra de mim...Mas depois ocorreu-me que o melhor era dormir, porque já se fazia tarde. Talvez um dia volte a falar com ele, ou ele comigo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Dia Mundial da Voz

escrevi aqui um post sobre como é produzida a voz e alguns cuidados a ter, mas neste dia mundial da voz não podia deixar de colocar alguma coisinha a assinalar a data aqui também!:) (é mais forte do que eu...) Certamente ouviram falar sobre o facto de a Adele ter nódulos nas pregas vocais e ter sido operada para retirá-los (bom, fiquei sem perceber muito bem se seriam nódulos ou pólipos, mas vamos partir do princípio que eram nódulos porque é uma patologia mais frequente). Então, os nódulos são uma espécie de "calos" nas pregas vocais. São aqueles "piquinhos" que se vêem nas imagens.

E o que fazem estas criaturas? Na generalidade fazem com que a voz fique muito rouca, com pouca projecção e muita saída de ar à mistura. A rouquidão é das alterações de voz mais frequentes. Entre outras causas, a rouquidão pode ser provocada pelo esforço vocal, que conduz, muitas vezes, aos nódulos. Para evitarem que tal aconteça, basta seguirem alguns cuidados que já enumerei neste p…

Ser terapeuta da fala é...

1.Saber a que horas vai começar o dia mas nunca saber a que horas vai acabar. 2.Sair de casa arranjada e cheirosa e 2h depois estar descabelada, descalça, sentada no chão com um pequenote. 3.Ouvir os pais, os professores, os psicólogos, os assistentes sociais...e mais quem venha! 4.Telefonar para os pais, para os professores, para os psicólogos, para os assistentes sociais...e mais quem venha! 5.Passar por uma loja dos chineses e tentar perceber o que é que dali serve para intervenção. 6.Querer comprar urgentemente todos os livros sobre as nossas áreas de intervenção, mesmo aqueles que ainda ninguém escreveu. 7.Achar que todas as formações sobre X ou Y nos dariam imenso jeito. 8.Perceber que temos de escolher os livros que compramos no ponto 6 e selecionar as formações que vamos mesmo fazer no ponto 8. 9.No seguimento dos últimos três pontos, é aceitar que o dinheiro não chega para tudo e que tudo se paga nesta vida. Literalmente. 10.Sair do trabalho e ir estudar para casa...e chegar…

Os filmes de domingo que eu já vi 30 vezes e que provavelmente verei uma 31ª...

Notting Hill
Vi a primeira vez no cinema, com o meu pai, em meados de 1999. E desde aí, revi vezes e vezes e vezes sem conta. 
E quando fui a Londres, onde é que houve paragem obrigatória? Exato.




Dante's Peak
A primeira vez que o vi foi numa aula de ciências, do 10º ano, ou por aí...a matéria abordava os vulcões e a professora achou por bem deixar-nos ver o filme. E foi uma grande ideia!Nunca mais me esqueci dele e, mesmo à 30ª vez, considero que continua emocionante! De lembrar que este filme é de 1997, pelo que a tecnologia não era bem bem a mesma coisa...



A Máscara de Zorro
Oh pah...António Banderas, Catherine Zeta-Jones e Anthony Hopkins! Como não ver? E quando eles dançam o tango?? E aquele inglês com sotaque? É de 1998 e também fui ver ao cinema com os meus pais. Reparo agora que nos anos 90 a minha vida de espectadora cinematográfica era super ativa...