segunda-feira, 27 de outubro de 2014

79 anos. Vinha à sessão de Terapia da Fala sempre acompanhado pela filha. Um amor de pessoa. Descobriram-lhe um cancro no pulmão...não tinha sintomas, era independente, simpático, feliz. Há 10 dias vinha a falar do FCP e a contar-me anedotas. Na semana passada internaram-no para ser operado. Abriram e fecharam, como se costuma dizer...já tinha demasiada confusão espalhada. Entrou em coma até agora. Não encontram explicação para o que aconteceu...Hoje vão desligá-lo das máquinas. A filha decidiu e a meu ver decidiu bem, era o que o senhor J. havia de querer. Estou triste triste. :(

domingo, 19 de outubro de 2014

Praga ou Roma? No fundo é isto.

Praga ou Roma? Praga ou Roma? Praga ou Roma?

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Mais um Domingo daqueles

Hoje não saí de casa. De manhã estive a preparar as sessões da semana, porque ontem tive uma formação e já não consegui adiantar nada. De tarde, venci a inércia e fiz a apresentação powerpoint do capítulo dos resultados da dissertação. Ainda não faço ideia de quando será (tecnicamente deveria ser até ao fim de Novembro...), mas já andava a ficar preocupada por não ter nada feito - culpa minha, obviamente. Não sei com quanto tempo de antecedência avisam, nem sei a duração da minha apresentação e do "interrogatório"...mas pelo menos já comecei.
Só de pensar sinto-me a zonza com os nervos.
A formação de ontem foi extremamente interessante, há tanta coisa para aprender...e eu gosto da minha área, gosto tanto! Mas às vezes é tudo demasiado a correr, demasiado intenso, apetece-me parar, desertar daqui para fora, mudar-me para o meio do campo e fazer outra coisa qualquer que não me faça estar em sobressalto constante, a antecipar, a fazer relatórios, a explicar a quem não quer perceber...Ainda não tenho a certeza se vou fazer isto até ao resto da minha vida. Embora também não saiba fazer mais nada. Só queria sossegar um bocadinho.
Como seria a minha vida se tivesse seguido outro caminho?
 

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Vamos por partes



E estas têm sido semanas de revolução em todos os aspectos. No trabalho tudo está em mudança, é preciso adaptar e adaptar e adaptar, surgiram outros convites tão interessantes e nos quais não deixo de pensar...mas sei que não estou na altura certa da minha vida para aceitá-los. E será que não?
E ele...sempre ele.
Entretanto já andamos a pensar nas próximas mini férias. Estamos com alguns problemas na escolha do destino. Eu queria ir a Roma, há quem queira ir à Disney, e hoje ainda apareceu a ideia de irmos antes a Praga ou Amesterdão. Não sei que faça nem sei que diga. Há tanto mundo para ver. Sugestões?