terça-feira, 30 de abril de 2013

De volta à clínica, após estas férias que me souberam pela vidinha, hoje uma doente minha foi fazer um exame às pregas vocais e a médica ligou para me dar os parabéns pelo trabalho "realizado de forma excepcional e em tão pouco tempo! Está perfeito!". Fiquei tão tão contente que quando desliguei o telefone só me apetecia chorar. É tão bom ver o nosso esforço reconhecido! E o da senhora também, que a maior motivação foi dela! Gosto disto!:)
 
 

sábado, 27 de abril de 2013

Tão bonito

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Já andava para comprar um destes cremes há uns tempos, umas colegas no mestrado de vez em quando põem nas mãos (sim...há coisas que as mulheres têm necessidade de fazer durante as aulas...) e cheira mesmo bem.
Ontem ofereceram-me este e, apesar da mistura ser improvável, é MESMO bom. Acho que vou visitar uma das lojas a ver se tem mais alguma coisinha que me agrade e que dê para andar comigo na carteira, porque este é um bocadinho pesado.
É verdade, eu descobri o maravilhoso mundo dos cremes há pouco tempo, ainda ando na fase da paixão.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Ou sabemos mas nem queremos pensar nisso.
Eu sei que ele tem namorada. Eu sei, eu sei, eu sei! Eu sei que falar pela net não tem nada de especial e que os nossos assuntos também são normalíssimos, mas há entre nós a cumplicidade de quem já teve uma relação, ele faz com que pareça que não há mais ninguém e eu, parvinha, por momentos até me esqueço que há. Não posso dar-lhe mais conversa, não posso mesmo. Raio de história sem fim!
 

segunda-feira, 22 de abril de 2013

E o que fez ela hoje afinal?

De manhã foi passear o avô, que estava demasiado sol para ele ficar fechado em casa. Foi às compras, que já não havia quase nada para comer, e foi à biblioteca buscar livros para se entupir da literatura que não viu à frente durante este quase 5 meses. De tarde foi ao Banco depositar uns trocos na poupança e foi para o Parque da Cidade ler um livro em frente ao lago dos patos. Agora veio para casa e, além de contar a vida no blog, vai passar a ferro.
Não foi mau para começar.


1º dia de férias

Ahhh...um mar de possibilidades!:)
 

sexta-feira, 19 de abril de 2013

ESTOU DE FÉRIASSSSSSSSS!!! (ando a tentar acalmar-me mentalmente, é só uma semana não é um mês, mas a alegria é maior do que eu...:)
 

E a aventura prossegue

O Sr.Dr.Professor, aceitou ser meu orientador e quer começar a trabalhar tipo...já.
 

terça-feira, 16 de abril de 2013

Já no fim, mas ainda conta


16 de Abril 
Dia Mundial da Voz

domingo, 14 de abril de 2013

O 1º passo está dado

Enviei, finalmente, um email ao professor que espero que aceite ser orientador da minha tese. Duas propostas de investigação...vamos lá ver se ele me diz que sim ou se vou ter de me "orientar" por outro lado.

 

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Acho que esta semana fiz algumas boas acções. :) Pode ser que isso seja tido em conta pelo divino, no exame da próxima semana para o qual não vou ter tempo de estudar.
Tenho de que admitir, há dias (não é sempre e normalmente temos razão) em que a cabeça das mulheres é um pouco complicada.

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Quem tem um pai que nos leva ao trabalho de carro quando está a cair este dilúvio, tem tudo!:)

sexta-feira, 5 de abril de 2013

...ainda sem palavras

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Estou chocada com a partida de uma pessoa que marcou os quatro anos do meu curso. Não tinha muita afinidade com ela, mas ensinou-me uma boa parte daquilo que sei. Não encontro explicação para tamanha atitude. Deixou uma filha pequena, um bebé de 6 meses e um marido que ainda nem deve saber o que passou por ele. Aparentemente era uma pessoa feliz, dinâmica, com um bom emprego, um óptimo ambiente familiar...Ninguém percebeu que estava em sofrimento, ninguém foi capaz de lhe dizer as palavras que ela precisava de ouvir e continuamos sem saber o motivo que a levou a desistir de tudo. Ficam as memórias e um alerta para estar mais atenta aos outros. Nem tudo é o que parece e há pessoas desfeitas que se escondem atrás de um sorriso, até um dia.

terça-feira, 2 de abril de 2013

O coelho da Páscoa e os elefantes

M. (4 anos) entra a correr no gabinete, senta-se, levanta-se, tira o casaco, senta-se outra vez e, todo acelerado diz (despeja):
"Olá! Então, estás boa? A tua Páscoa? A minha foi boa, tive ovos, muiiiitos ovos e amêndoas. Oh, amêndoas, comi tantas! Olha terapeuta, queres saber umas anedotas que eu sei? Eu vou dizer, ora ouve, ouve...Sabes como é que um elefante sobe para cima de uma árvore? Senta-se na semente e espera que cresça! E sabes como é que desce? Espera pelo Outono e desce numa folha que vai cair!!Ahhhh ahhhh!! E sabes porquê que os elefantes estão em vias de extinção? Porque gastam-se todos nas anedotas!!AAAAAAHHH AAAAHHHH!!! Teve piada não teve?! Então e que fichas é que vamos fazer hoje??:)"
Eu: Olá M..:) (sem fôlego).lol