Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2014

É exactamente assim que me sinto

O meu avô morreu ontem. Hoje foi o funeral. Acabou.
São indecentes, são irresponsáveis. São cegos à realidade, são medíocres, são egoístas, são "irrevogavelmente" vergonhosos. São os nossos governantes. Não são, de todo, dignos das crianças deste país.
A estagiária já foi à vidinha dela. Simpática, atenta, esforçada, pontual...dei-lhe boa nota. Afinal adorei esta experiência e a rapariga saiu convencida que tenho jeito para ensinar. Ora ainda bem. Ontem cortei o cabelo e depois fui a uma conferência de neuropsicologia, bastante interessante. Hoje fui à caminhada do Dia do Pai e de tarde fiquei em casa, esparramada a escrever mais umas coisitas da tese. Não que me apetecesse, mas o que tem de ser tem muita força e além disso dói-me imenso um pé da brincadeira de hoje de manhã. E foi isto. Ah não, outra coisa que me anda a atormentar (além do santo do mestrado), então agora andam a dizer que o Pablo Alboran anda com o Ricky Martin?? Não pode ser, senão é todo um sonho de uma vida destruído. Pablito Pablito...

M.

Já sabia que estava doente, que andava a fazer quimio e radioterapia, mas sempre pensei que ia vencer. A última vez que estive com ela foi na semana anterior ao Natal.  Foi lá à clínica com a menina e levou-me uma caixinha de chocolates. Eu disse que não era preciso e ela disse "É preciso sim, não é nada comparado com o que faz pela minha filha, merece isto e merecia muito mais!" Vieram-me as lágrimas aos olhos quando a ouvi, e vieram-me as lágrimas aos olhos hoje, quando me disseram que tinha morrido este fim de semana. Não é justo, custa-me a aceitar que coisas tão más aconteçam a pessoas tão boas. Tinha 40 anos e um amor imenso pelas três filhas. A mais pequenina continua a ter terapia comigo. Não me sai do pensamento.

C'um raio! Como o tempo passa...

Amanhã vou receber a minha primeira estagiária...até parece mentira.

"Ele" outra vez

Continuamos na mesma. Nem ele fala comigo nem eu com ele. Obviamente o que ele me disse há um mês era desculpa esfarrapada, porque mesmo que não tivesse computador tem telemóvel...e há os pombos correio e essas cenas, para quando se tem vontade de comunicar com o outro. Entretanto, de vez em quando vejo que ele está no facebook e desligo-me de propósito, para não pensar que o ando a perseguir. Só gostava de perceber o que se passou, o que foi que fiz para ele ter necessidade de se afastar assim. Eventualmente não fiz nada, como das outras 234 vezes e meia. Quase dois anos a sermos companhia um do outro quando chegávamos a casa e de repente é como se nunca nada tivesse existido. Não percebo...mas também não vou perguntar, por mais que me angustie não saber a resposta, acho que já chega. Não sei bem como estou a lidar com isto, mas penso que já estive pior. As duas primeiras semanas foram mesmo muito más, custava-me sair da cama, custava-me sorrir, custava-me ter disposição para trabalha…

Dia Europeu da Terapia da Fala - 6 de Março

É hoje! Parabéns a todos os que com todo o seu empenho e dedicação, fazem evoluir esta nossa profissão que tanto nos angustia como nos dá o melhor do Mundo! :) E não são assim todas as grandes paixões?



Vai ser um rico dia

Ainda não são 11h da manhã e já encomendei um livro. Trinta e tal euros e a esperança de que me ajude qualquer coisa no mestrado. Isto é que é começar a gastar dinheiro logo cedo. Quem não é para gastar dinheiro não é para trabalhar. (Ou na versão da minha mãe, quem não é para comer não é para trabalhar.)