Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2009

Afinal a O. está viva!!

Afinal, foi só uma pessoa má que sabia que a minha O. estava doente e desaparecida há 3 dias, que achou por bem dizer que a minha pequenina tinha morrido e que os senhores que limpam as ruas a tinham levado. Eu, como é óbvio, não tendo razões para desconfiar, fiquei mesmo convencida que era verdade. Hoje, quando já todas as esperanças estavam perdidas, aparece-me a O. à frente! A coitadinha continua muito doente, depois de pegar nela ao colo e enchê-la com mimos, corri para a veterinária e ela ficou lá internada...está completamente desidratada e tem uma doença que é contagiosa entre os gatos. Ainda não é certo que saia vitoriosa desta batalha, está muito debilitada e a veterinária disse que não sabia como era possível ela estar viva ainda! De qualquer modo, estou com esperança de que a O. continue a lutar e fique boa...caso isso não aconteça, sabemos que estivemos perto dela quando foi necessário e que fizémos tudo para salvá-la. A minha pequenina merece estar rodeada de carinho até …

À espera que esta dor passe

A minha querida gata O. morreu ontem ao final da tarde. Estou desolada, não consigo parar de chorar. Como é comum nos gatos, esperou que eu não estivesse por perto, saiu de casa e foi morrer afastada daqui...até agora ainda não a encontramos. Já percorremos todos os quintais, todas as ruas...tudo, e não há sinal da O. A veterinária diz que fazem isso quando estão muito apegados ao dono e não querem que ele sofra, assim, preferem morrer sozinhos.
Não é provável que esteja viva, porque estava doentinha, ainda ontem de manhã tinhamos ido com ela à veterinária... Não sei se é bonito dizer isto, mas é o que sinto, fico tão triste com esta morte, como com a de uma pessoa. Estou de rastos...toda a casa está assim. Os meus pais mal falam e cada vez que olhamos para os lugares onde ela costumava estar é inevitável chorar. Estamos de verdadeiro luto. Porque a O. deu-nos momentos muito bons, com a sua chegada, com os filhotes, com a sua meiguice, e é por isso que nunca a vamos esquecer. Gostamo…

Das Jornadas sobre Gaguez

Fogo...venho mesmo preenchida, nem consigo explicar o dia óptimo que tivémos hoje! As jornadas foram simplesmente fantásticas!:) Já mencionei que adoro ir a tudo quanto é congresso, colóquio, palestra ou jornada sobre assuntos relacionados com Terapia da Fala??l Não? Então aqui fica a informação!:)

III Jornadas sobre Gaguez

E amanhã, eu e mais 4 meninas TF, rumamos a Coimbra, mais propriamente a Soure, para estarmos presentes nas terceiras Jornadas de Gaguez! Se for como no ano passado, vai ser óptimo e vou aprender imenso (e claro, nós 5 dentro de um carro, é sempre um momento a registar!!:)

Está decidido!

Já escolhi o tema do meu projecto em Terapia da Fala. O trabalhito (coisa pouca...) versará mesmo sobre as Afasias e o seu impacto não só no indivíduo que fica afásico, mas também em quem o rodeia, e mais não digo. Leiam os textos dos próximos capitulos!:)

Descoordenações

Ando intrigada com uma pergunta que toda a gente me faz, ultimamente. Passo a explicar...eu sou assim a modos que descoordenada dos pés. Tem dias que tropeço 4 vezes na mesma coisa. Nas férias, pouco habituada a calçar havaianas, ia ficando sem o dedo mindinho porque bati com ele num parafuso gigante que se encontrava no meio de um passeio...Enfim, há dias que correm bem, mas há outros em que a minha ataxia se revela. Hoje, por exemplo, estava a biblioteca da faculdade cheia como um ovo, cadernos espalhados por todo o lado, pessoas sentaditas a estudar no chão e aqui a inocente da D. abaixa-se para ir a uma prateleira buscar um livro. Até aqui tudo na paz dos anjos. A parte desastrosa acontece quando eu me levanto, já com o dito livro na mão, rodopio em direcção à porta, enlaço o pé num dos múltiplos fios do telefone e aquilo cai, de forma estrondosa, no chão.
A vergonha...o pânico...a vontade de matar muito o telefone. Do fundo ouve-se uma vozinha estridente de um caloiro "Ningu…

O Projecto

Agora lembraram-se que até ao fim do ano tenho de apresentar um projecto em Terapia da Fala, que só por acaso vai ser apresentado a um júri (MEDO!) e avaliado pelo mesmo caríssimo e fofo júri (MUITO MEDO!!). Ora, para não fazer figura de ursa em frente aos ditos, e não cortar pela raíz uma carreira que ainda não começou, ando doida a pensar no tema para o trabalhito...Escolhi a área da Neurologia, que é a que mais me agrada, e dentro desta, as Afasias. A dificuldade agora está em decidir mesmo o que vou investigar ao certo, já que o tema é vastíssimo...Se alguém entendido na matéria tiver sugestões, serão todas aceites de bom grado!:)

Votações

Ao fim da tarde fui votar e tive de empurrar com alguma determinação os boletins para dentro da urna que estava cheeinha! Bom sinal, não é?
Pelo caminho, ouvi a seguinte conversa entre duas senhoras "vendedeiras" de peixe bastante conhecidas aqui na terrinha:

Senhora 1: Então, já fostes meter?
Senhora 2: Tão num havia de ter metido?? Meti nos 3 pró mesmo! E tu?
Senhora 1: Eu meti em 2 diferentes, mas o que interessa é meter sempre.

Estavam a falar do voto, claro.:)

CAA

Estou a estudar Comunicação Aumentativa e Alternativa (CAA). É uma das cadeiras de que mais gosto no curso (embora goste das outras todas e ande, neste momento, apaixonada por Surdez, Paralisia Cerebral e Afasias...pronto, ok, gosto de todas, já se percebeu.lol).
Esta disciplina faz especial sentido uma vez que há um número bastante significativo de pessoas que não é capaz de comunicar utilizando a fala, quer por estarem totalmente incapazes de o fazer, quer por esta não preencher todas as funções necessárias.
Como já acho um tormento quando não tenho oportunidade para falar ou dar uma opinião, posso supôr o desespero de quem não tem sequer hipótese de o fazer porque simplesmente está preso em si ou não tem interlocutor que o compreenda.
Já imaginaram como seria irmos para a China, sem saber o idioma, e ninguém falar a nossa língua nem fazer um esforço para nos entender?Já pensaram no sentimento de pânico de quem quer comunicar um qualquer acontecimento grave e não consegue?Já pensar…

Agenda

E hoje a manhã vai ser passada no sofá, enroscada na mantinha a estudar Neurologia. A tarde será aproveitada para comprar um presentinho de aniversário, que no resto da semana o tempo é pouco ou nenhum e não podemos esquecer os amigos, não é verdade?

:)

Hoje a minha amiga A.R. faz anos! "Num ê?" (piadinha privada...lol)
Parabéns querida, que sejas uma boa T.F por muitas e deliciosas décadas!:)

Todos os dias uma surpresa

Hoje numa aula...

Terapeuta:Vocês nasceram na década de 80, quando a Terapia da Fala ainda não era uma área muito explorada em Portugal...
Colega minha (com ar de indignação): Oh Terapeuta, eu não sou da época de 80! Eu nasci em 1988!

A década de 88 deve ter sido algo extraordinária, de facto...lol