quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

As famílias são muito complicadas

Semana difícil. Era um cobertor, um saco de gomas e acordar só no Domingo. Não dei conta do momento em que a minha vida se encheu de responsabilidade e se tornou tão "adulta".
 

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Adorei estas do Felicidário

 
 O meu lado romântico a ser mais forte do que eu...mas no fundo sei que nunca me vai acontecer, até porque os livros são caros...
 
 Eu gostei mesmo de ler Os Maias, não tenho culpa...
 
Esta faz muito mais sentido depois da minha experiência com Sushi na semana passada...não posso dizer que tenha ficado fã, mas até foi giro.

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

E ter um bocado de sossego para ouvir os meus pensamentos, não? Era de valor...
 

domingo, 27 de janeiro de 2013

A entrar na minha última semana com 25 anos. A partir da próxima estou, oficialmente, a caminhar para os 30. Como é que isto me aconteceu tão rápido??
 

sábado, 26 de janeiro de 2013

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Acho sempre muita piada àquelas pessoas que convidam meio mundo e mais alguns para a festa de aniversário, em restaurantes caríssimos e regime de "cada um paga o seu". Calma com o andor que a santa é de barro...ainda não me saiu o euromilhões!
 

Confusão no mundo animal

1.
Eu: G.,diz-me nomes de animais...
G. (5 anos): Leão, jacaré, pinguim...aaah...
Eu: E mais? Não te lembras? Aqueles que até podemos ter em casa...
G.: Ah, já sei! Pelicanos!

2.
Eu: Então vamos lá rever, diz-me nomes de animais da quinta.
R. (4 anos): Porco, galo, vaca...hum...não sei mais...
Eu: Sabes sabes, ora lembra-te lá...aqueles que às vezes estão a pastar ao lado das vacas... (cabras, bois, ovelhas...não?)
R.: Ah sim, esses! Os ursos!
:)

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

A minha quantidade de trabalho é tal que ainda nem consegui ver o episódio mais recente da Anatomia de Grey. Isto é grave, muito grave. Como diria a minha vizinha, "garbíssimo"!
 

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Hoje ao final da tarde, quando já não tinha mais nenhuma criança para ver (e no meio do caos que aquela mesa fica no fim de cada sessão), encostei-me na cadeira e deu-me assim uma saudade tão grande daquele dia no fim de Julho em que fui para o parque da cidade à tarde, sozinha, só com um livro... Uma parte substancial da minha vida está melhor agora do que estava nesse dia, mas desde aí nunca mais tive assim um bocadinho em sossego, alheada do resto, e às vezes isso é tão preciso para me equilibrar.
 

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Adivinha-se uma semana difícil.

domingo, 20 de janeiro de 2013

Como andar alheada do mundo em apenas uma lição

A minha prima ofereceu o livro "As Cinquenta Sombras Livre" (da mesma trilogia das "Cinquenta Sombras de Grey"...) à patroa.
 
Eu: Então tu foste oferecer-lhe esse livro?
Prima: Sim...ela lê imenso, gosta de policiais e assim...aquilo tinha umas algemas na capa, devia ser desse género...
Eu: ...

sábado, 19 de janeiro de 2013

Estive quase a ser levada pelo vento, mas aguentei-me e cá estou eu. E o meu guarda-chuva também está intacto (eu sou a maluquinha dos guarda-chuvas, mal sinto um pingo, lá está ele, nem que esteja vendaval). Dos meus trinta e nove colegas do mestrado, apareceram oito na aula, aqueles que moram lá perto da faculdade...e eu. Sou uma pessoa crente, nasci assim e assim será até ao fim.
Aqui na rua, o balanço é de duas árvores arrancadas, um conjunto de cadeiras que saiu a voar directamente de uma varanda para cima de um jipe (ficou com um tejadilho artístico) e os vidros do café todos partidos. Pacífico, portanto.


quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Estou à espera do meu acaso. Parece que ele se está a esquecer de chegar.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

A ver a apresentação da nova colecção de bikinis da Victoria's Secret para 2013 enquanto ganho coragem para lhe enviar mensagem de feliz aniversário. Não me apetecia nada...detesto o facto de ele ter nascido 3 semanas antes de mim, assim sou sempre eu a primeira a ter de comunicar. 

domingo, 13 de janeiro de 2013

Se há coisinha que me tira do sério são os atrasos. Pessoas que não são capazes de ser pontuais e que fazem constantemente os outros esperar dão-me vontade de desmarcar logo tudo e mandá-las pastar. Há gente que só nasceu porque tinha as contracções a empurrá-las, caso contrário ainda estavam no quente...Que falta de respeito.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Telefonaram-me agora do emprego, vão atribuir-me mais horas, mais meninos e aumentar-me o ordenado. It's a hard life, mas compensa tanto!:) Tinha de partilhar isto com alguém.


Caramba, esta semana foi enorme. Isto dos feriados e das festas tira-me do ritmo...e logo há mestrado, e amanhã de manhã também...e de tarde tenho um domicílio. E acho que estou a ficar com gripe. Dá-me jeito que o Domingo tenha 50 horas.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Abri hoje a minha primeira conta para ir depositando o dinheiro que sobra do ordenado todos os meses. Já tinha outras contas, claro, daquelas que os pais abrem quando somos pequeninas, das prendas e coisas assim...mas esta é diferente, é do MEU trabalho. Estou orgulhosa. :)
Inscrevi-me num workshop para um destes sábados. Vai ser mestrado de manhã e mais 4 horas de aulas de tarde. Estou a investir mais de um terço do meu ordenado mensal em formação. É algo que faço com gosto, mas seria motivador ter algum retorno...a ver vamos...


domingo, 6 de janeiro de 2013

Fico triste ao saber dos finais infelizes das relações de outras pessoas. É sempre tão doloroso (pelo menos para um dos envolvidos)...e acho que também perco um bocadinho a esperança.
Tenho um doente que além do problema que o trouxe à terapia da fala, deve ter uns problemas psicológicos jeitosos...alguma coisa assim compulsiva-obsessiva juntinho a um transtorno bipolar, enfim, não percebo nada disso mas acho que o senhor não está no seu melhor em termos de saúde mental. Pormenor: O senhor tem idade para ser meu pai. Pormenor grande: O senhor acha que vai casar comigo e que eu entro em depressão se ele faltar a uma sessão. 
Já fiz os devidos encaminhamentos, porque esta área não é a minha e não sei bem como lidar com a situação, especialmente quando ele faz comentários muito pouco próprios...mas continuo à espera que lhe marquem as consultas (há quase 2 meses!). Comecei por deixar de ser simpática, porque já vi que ele confunde simpatia com outra coisa...mas mesmo assim não resultou...Os meus colegas aperceberam-se da situação e colocaram no meu gabinete um interruptor de emergência, só para o caso de ser preciso, basta carregar ali e toca uma coisa tipo sirene dos bombeiros. Um dia destes estava com um miúdo ao colo, encostei-me ao interruptor sem querer e 5 segundos depois tinha um batalhão de resgaste à minha porta. Que vergonha...mas ao menos foi um bom simulacro. :)


sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Fumo branco...acho que já tenho tema para a tese do mestrado.
Queria aproveitar este fim-de-semana para ir ao cinema, mas como vou ter mestrado, a sexta e o sábado estarão ocupados. Resta-me domingo...tenho de me decidir entre o Vertigo, Os Miseráveis ou Anna Karenina...

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Como já escrevi aqui em anos anteriores, como resolução de ano novo, um dos meus desejos é viajar. Gostava muito de conhecer as capitais europeias e afins...vejo tudo o que é colega minha a fazer isso, às vezes não sei de onde lhes vem o dinheiro, mas o certo é que fazem as malas e aí vão elas.
Conheço Portugal de lés a lés, quando era pequena os meus pais pegavam na carrinha (tínhamos uma carrinha enorme, assim tipo auto-caravana), começavam em Mogadouro e terminavam em Vila Real de Santo António. Por isso, agora gostava de espraiar os horizontes "lá para fora". Conheço algumas cidades de Espanha, como a Corunha, Salamanca, Sevilha, Santiago, Oviedo, já fui aos Picos da Europa (giro giro!), mas a Madrid ou Barcelona, por exemplo, nunca fui.
Gostava de começar por Paris. Ontem até andei a ver o preço das viagens e não é assim caro...o pior é mesmo o alojamento. Queria oferecer também a viagem aos meus pais, já que ao longo destes anos todos foram eles a proporcionar-me tanta coisa boa, sentia-me uma egoísta se fosse sozinha. Não sei se este ano vai ser possível...o trabalho ainda é a recibos verdes, uma terapeuta da fala não ganha exactamente um balúrdio por mês, há o mestrado para acabar de pagar...enfim.
De qualquer maneira, vocês que são pessoas viajadas e estão por dentro destas coisas, aconselham algum hotel em Paris?
 


terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Bom ano!


Ninguém está em casa a esta hora na noite de passagem de ano...excepto eu.