Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2011
Estou a escrever dedicatórias para as fitas das minhas amigas...são só seis (aquelas que merecem ser mesmo personalizadas!), ainda só escrevi três e a inspiração está a adormecer... Sugestões?

As crianças...

Hoje o meu primo de 8 anos ofereceu-me um pacote de gomas que lhe deram num aniversário na escola: "Toma D., guardei para ti...têm muito açúcar, fazem-me mal aos dentes!"

Para adoptar felpudinhos

Aqui vai mais um blog para quem estiver interessado em adoptar um amigo de 4 patas, o Bolinhas de Pêlo. Estes três meninos - Torrão, Joel e Milupa, respectivamente - (e mais que podem encontrar no Bolinhas de Pêlo), estão à procura de uma casinha nova... :)

Dos Censos 2011

Considerações: 1) Se pretendem preencher os questionários pela internet, comecem a fazê-lo rapidamente, porque eu enviei os meus questionários agora de manhã e o sistema já teve algumas paragens...quanto mais tempo passar, mais encravados ficam.
2) É melhor estarem preparados para sequências inteligentes de perguntas tais como: "Qual a sua principal fonte de rendimento nos últimos 12 meses?", ao que a pessoa responde "Trabalho". Eis que duas perguntas a seguir surge "Já alguma vez trabalhou?"...ah...sim...tal como já referi...
3) Também é intrigante a questão sobre se estive em casa à meia-noite de dia 21 de Março...quer dizer, por acaso até estive, que a minha vida social não é assim muito intensa e dia 21 calhou a uma segunda-feira...mas se tivesse saído para tomar café e tivesse regressado à 1h da manhã?? O quê que os senhores dos censos têm a ver com isso??
4) As situações de trabalho temporário e os recibos verdes são assim a modos que...vá...um pouco esq…

Cozy

Incertezas e esquisitices

Borissov

The day after

O primeiro dia de "descanso" após o estágio já começou. A manhã foi passada a dar um jeito no projecto de investigação, a ver se desata! A tarde...ainda não sei bem...

"Não me obriguem a ir para a rua gritar...la la la"

Parece que finalmente as pessoas acordaram e os que diziam "Não percebo nada de política...não quero saber disso para nada", entenderam que essa atitude contribuiu para que as coisas descambassem até ao ponto em que chegamos. Pode não dar em nada, é o mais certo, mas pelo menos assume-se o direito ao protesto e à indignação. A inércia assusta-me.

1/3

E pronto, terminou-se o estágio!:) Ainda não sei a nota mas sei que passei. E pensar que podiam faltar só 4 meses para terminar o curso, se não fosse aquele acidente de percurso... agora também não há nada a fazer. Venham os dois que faltam e pode ser que o Pai Natal traga consigo o anelito de curso!:p
Hoje, e só hoje, estou zen.

Que diaaaa

Não sendo eu uma rapariga muito dada a Carnavais (até porque não tinha quem me acompanhasse...), passei o dia todo em casa a anhar. Quer dizer, todo todo não, porque de manhã ainda fiz um plano de intervenção e uma carta de encaminhamento. De tarde, estive à espera - deitada e a dormir - que alguém me desencaminhasse para ir sair, mas como as minhas amigas só estão diponíveis quando o rei faz anos, e hoje não era a data, acabou por não acontecer.
O tempo também não ajudou...no início do fim-de-semana, e com a perspectiva de umas mini-férias, estava toda entusiasmada, pois que ía andar de bicicleta, ía ao cinema, ía ver a nova exposição ao Soares dos Reis (a esta já estava mesmo a contar ir sozinha que elas não são muito apreciadoras de museus...), ía passear a Serralves...ía ía ía, mas não fui.
A única coisa boa que fiz,e que beeeem que me soube, foi comer esta preciosidade.
Tenho a certeza que se a Olá me contratasse, ao fim do dia era despedida por comer o stock...este, de fruta (oh pr…
Fériaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaasssssssssssssss!:)
Mas só até 4f às 9h.
Estava a falar com uma amiga ao telefone ela disse-me que estava apaixonada. Achei estranho, porque ela é casada e portanto, dizer-me assim que está apaixonada...quer dizer, seria o suposto, não era preciso dizer.
Na verdade disse-me que está apaixonada por outra pessoa. Um antigo namorado que ficou sempre ali guardado num cantinho...e têm-se encontrado.
Sei que ela já passou por coisas que nenhuma mulher deveria sequer imaginar, conheço o marido dela e ele é um querido...mas também sei que o sentimento que os une não é amor, que ele sabe disso e mesmo assim não a "deixa" libertar-se, diz que morre se ela for embora...
Mas não consigo deixar de pensar que é incorrecta atitude dela...mas merece tanto, tanto ser feliz...