Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2011
(Mario Testino)

Querer a mudança é bom.

A vontade de ir embora é tal que ainda faltam 5 dias e eu já tenho a mala quase acabada de fazer. Estou a ficar pior do que a minha mãe nesta coisa das antecedências...
Ontem senti-me deslocada.
Hoje tenho a cabeça prestes a expodir.
Amanhã ele não vai estar aqui...nem o resto da semana. Detesto o domingo à noite.

E ir só comer um geladinho ao café, não?

Vim agora das Noites Ritual, no Palácio de Cristal. Olha que até rimou. Foi uma experiência para a qual não estava preparada...o meu cérebro precisa de dormir porque foi tudo muito intenso.
Cheguei atrasada ao local, de forma que os Linda Martini já eram, já só ouvi as palmas do final. De seguida vieram os X-Wife (xis wife, como diria uma amiga), e arrependi-me dos 3 euros que paguei...ía ficando surda. Além da barulheira, as letras pareciam-me todas iguais, contribuindo para tal o facto de eu não conhecer uma única "canção". Depois, veio uma espécie de espectáculo multimédia nas paredes da capela lá do sítio. O que era para ser "um show de luz e som" foi apenas umas lanterninhas que, projectadas na parede davam assim um ar de girino ou espermatozóide o que, numa capela, digamos que não é muito ortodoxo. Duas bolachas americanas mais tarde e viemos embora, que o concerto seguinte ía ser mais do mesmo e para xaropada bem bastou a sangria que bebemos ao jantar.

A junta…

Eh pa...

Não é que descobri o jogo dos Smurfs (só eu é que dizia Estrunfes?) no Facebook? Tão lindinho...

Sinto-me tão anti-social...

...quando vou a concertos e não faço a menor ideia de quem são as bandas que vão actuar. Hoje vai ser assim(shame on me). Vá, estou pela companhia e pronto, o resto compõe-se.

Seriously?

Estes senhores publicaram a lista das profissões mais e menos stressantes de 2011. Imagine-se que a Terapia da Fala aparece como a 6ª profissão mais descontraída! Acordai pro mundo criaturas...vivem onde? Debaixo de uma pequena pedrinha? Era bom era...

Neste momento estamos na fase do ser "patient"

Em lume brando...ou mesmo apagado

Desde quinta-feira passada que não dá notícias. Ainda não percebi se está em reclusão por ter de estudar, se a nossa caminhada matinal o perturbou assim tanto que tenha sentido necessidade de se afastar...só sei que não é normal. Mas vindo de quem vem, o que é a normalidade? Continuo em banho-maria e começo a pensar que o tempo vai passando...
Soube hoje, por um amigo comum, que ele namora há cerca de dois anos, embora só se vejam ao fim de semana porque ela mora longe. Dois anos é muito tempo. E foi um soco no meu estômago. Outro.

"There's nothing wrong in wanting to build a new and better future based on a great past" ou de como eu acredito em contos de fada

Sinto-me como se me estivesse a ver de cima. Ontem, do nada, ofereceu-se para ir fazer comigo a minha caminhada matinal. Que precisava de incentivo para sair de casa, de motivação...perguntou mais do que uma vez...não consegui fugir. Não quis dizer que não e a verdade é que achei que na última hora, como sempre, as coisas não iam adiante e eu não ía ter de o ver após dois anos de ausência. Combinámos hora e sítio. Bem cedo, pela fresca, que eu já coro o suficiente sem precisar de 40 graus à sombra. Foi a pior noite da minha vida, os nervos não me deixaram pregar olho. Resultado, fui de directa. E ele lá estava, sorridente, à minha espera. Cumprimentou-me como se tivéssemos estados juntos ontem. Eu estive sempre estranhamente calma, como se a adrenalina de antes se transformasse em vazio...Foi muito surreal. Conversámos imenso, até nos rimos e tudo...mas acho que pairou sempre a sensação de não estarmos a falar do que realmente importava. Uma manhã estranhamente normal. Porém, num mome…

Das nozes e dos desdentados

daqui
Versão dela: Que anda muito cansada porque tem de fazer 45 minutos de carro (conduzida pelo namorado) para chegar ao trabalho, que trabalha 9h por dia, que ninguém lhe liga, que tem o mundo contra ela.
Minha versão: Que nunca fez nada na vida, nem às aulas ia, que sempre teve todas as comodidades, que dinheiro nunca foi problema, que tem um namorado dedicado como já não existem, que tem um emprego. Que desde que vestiu uma bata branca assumiu que os outros são seus subalternos. Que é egoísta e nem repara que existem pessoas à volta dela. Que mesmo assim eu me importo.

E foram apurados!:)

Directamente da H&M

Andei a ver o catálogo da H&M e decidi seleccionar algumas roupinhas que ficariam mesmo bem no meu roupeiro... Já as ouço a chamar por mim.
Euromilhões, Totoloto, onde andais vós?

O plano é simples

Está sem dar notícias há 3 ou 4 dias...não faço ideia de onde esteja, e não quero fazer ideia de com quem esteja. Só de pensar já dói. Como diz a outra, já nem chorar me traz consolo. Por isso, amanhã vou aproveitar para levar as minhas crianças ao parque e à biblioteca, que andam sempre a pedir-me e prima mais velha (muiiiito mais velha) serve para isso mesmo. Pelo menos eles distraem-me e são a melhor companhia do mundo. Seria tão bom ter parado na idade deles.

daqui