sexta-feira, 29 de março de 2013

Perder a companhia de uma vida deve ser uma dor atroz. Quando se tem um casamento de 50 anos com alguém, como é que se segue quando essa pessoa desaparece? Nem consigo imaginar.

2 comentários:

C disse...

Nem eu consigo imaginar.
Perdi o meu avô em janeiro e nunca vi uma pessoa com tanta força como a minha avó. É, naturalmente, quem sofre mais a sua ausência e ainda assim é quem segura o barco. É extraordinário, eu (pelo menos) acho que não seria capaz...não tão cedo

D. disse...

A verdade é que teríamos de nos aguentar, não é? Talvez com a idade as pessoas se vão habituando a essa ideia...mas também há quem não consiga. Diz-se que não se morre de amor, mas acho que talvez se morra de solidão ou de vazio, porque muitas vezes morre uma pessoa do casal e a outra morre também uns meses depois.