domingo, 3 de março de 2013

Depois de uma semana de trabalho inqualificável (a sério, tenho tantas pessoas em atendimento que os 30 novos que entraram estão na minha cabeça de forma empastelada, não me lembro das caras e das que me lembro não associo aos nomes...), este domingo soube-me pela vida.
Ainda bem que quando me inscrevi no mestrado estava desempregada e sem conseguir adivinhar que daí a uns meses ía estar a trabalhar a tempo inteiro, porque se soubesse, se me dissessem que ia fazer 70 sessões por semana, nunca teria embarcado na aventura. Agora está no barco é para andar, como se costuma dizer...já fiz metade das cadeiras e com boas notas, é só mais um bocadinho até Junho. E que é puxado é...e que é para pessoas semi-avariadas da cabeça, também é verdade. Mas enfim, é uma fase da vida, e se calhar daqui a uns anos não iria ter possibilidade ou disponibilidade, por isso até foi melhor assim. Às vezes a antecipação, o saber de mais tolda-nos. Está a ser um óptimo treino para conseguir controlar a ansiedade, ser capaz de improvisar e deixar de ser tão certinha. Tenho a certeza que daqui a um ano serei uma pessoa diferente. Já sou, mas vou ser mais (e melhor?:).
 

Sem comentários: