sábado, 19 de janeiro de 2013

Estive quase a ser levada pelo vento, mas aguentei-me e cá estou eu. E o meu guarda-chuva também está intacto (eu sou a maluquinha dos guarda-chuvas, mal sinto um pingo, lá está ele, nem que esteja vendaval). Dos meus trinta e nove colegas do mestrado, apareceram oito na aula, aqueles que moram lá perto da faculdade...e eu. Sou uma pessoa crente, nasci assim e assim será até ao fim.
Aqui na rua, o balanço é de duas árvores arrancadas, um conjunto de cadeiras que saiu a voar directamente de uma varanda para cima de um jipe (ficou com um tejadilho artístico) e os vidros do café todos partidos. Pacífico, portanto.


3 comentários:

Maria disse...

Foi bem complicado...hoje acalmou :)
O meu blog ficou privado, já tens convite no teu mail!

D. disse...

Obrigada Maria!:) Mas por qualquer motivo não o recebi, envias-me de novo? borboletasepirilampos@gmail.com
Obrigada!

beijinhos

*C*inderela disse...

Por aqui também foi uma especie de fim do mundo!