domingo, 3 de agosto de 2014

Estes dias têm sido de doidos. Trabalho não falta, os miúdos não vão de férias e portanto o tempo que me sobra de dia para escrever a tese é nulo ou quase. Já fechei o capitulo da parte teórica e já escrevi grande parte dos resultados. Ontem sentia-me mais confiante, hoje falei com o orientador e percebi que, apesar de estar a cumprir os prazos estipulados, ainda temos muito caminho pela frente. Estou motivada, porque se entregar até ao final do mês poupo o dinheiro da propina do ano que vem (e que não é pouco!) e, sobretudo, encerro isto de uma vez e descanso um bocado a cabeça. Mas estou com medo. Com muito medo. De não fazer tudo em condições, de chegar ao fim e não entregar porque falta isto ou aquilo...Estou cansada. E sinto-me um bocado sozinha. Há dias em que a tristeza é mesmo grande, ainda que nem sempre encontre explicação para tal.
 

Sem comentários: