domingo, 28 de julho de 2013

Se há coisa que me irrita é quando desistes! Nem é por ti, é porque se desistes nem te deste conta de como vale a pena! A tua primeira solução para tudo foi sempre deixar pelo caminho, fazer de conta que não aconteceu, abandonar. Gostava que já não mexesse comigo, mas mexe, porque sou persistente e enquanto não compreendo não descanso. E para mim és incompreensível. Ou então és mesmo burro e eu é que não quero aceitar.
 

2 comentários:

Kate disse...

Ás vezes perdemos as forças. Eu sou uma desistente mas, em certos assuntos, não passam de desistências temporárias.
Sentamos, recuperámos fôlego e partimos de novo com uma fé renovada! :)

Kate disse...

Sabes,às vezes o que define uma pessoa não são as quedas ou sequer o número de vezes que a pessoa desiste.. Mas sim o número de vezes em que se levanta e retoma a luta. Porque cair e levantar de sorriso rasgado isso sim requer esforço e dedicação. Para quem nunca cai é muito mais fácil, não é?